Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bruxelas lamenta decisão «inconsistente» da Standard & Poor's

Sexta-feira, 13.01.12
"A Comissão Europeia lamentou a decisão da agência de notação de baixar o rating de nove países da Zona Euro, classificando-a de «inconsistente», e questiona o momento em que é feita. «Após verificar que desta feita não é acidental, lamento a decisão inconsistente tomada hoje pela Standard&Poor's relativamente ao rating de muitos Estados-membros da Zona Euro, numa altura em que a Zona Euro está a tomar acções decisivas em todas as frentes da sua resposta à crise», afirmou o comissário europeu dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, em declaração divulgada em Bruxelas. De acordo com o comissário europeu, que por norma não comenta os cortes de rating, as iniciativas que têm vindo a ser tomadas são as apropriadas, pois conduzem à «necessária consolidação orçamental e reformas estruturais» nos Estados-membros, respondem às «fragilidades do sector bancário» e reforçam a governação económica. «As recentes decisões da UE, juntamente com a acção do Banco Central Europeu (BCE), têm sido fundamentais para aliviar as tensões nos mercados de obrigações soberanas», acrescentou. O comissário responsável pelos Assuntos Económicos finaliza sublinhando a importância de finalizar, «tão cedo quanto possível», o formato que terá o futuro mecanismo europeu de estabilização, que deverá entrar em vigor já em Julho de 2012, e que, segundo Rehn, graças ao seu capital próprio «irá ser menos vulnerável às alterações nos ratings dos seus Estados-membros». A agência de notação Standard&Poor's anunciou hoje o corte do rating da maioria dos países da Zona Euro, entre os quais a França, que perdeu a nota máxima, e Portugal, Espanha e Itália, que baixaram dois níveis. «Reduzimos os ratings de Chipre, Itália, Portugal e Espanha, em dois níveis, os de Áustria, França, Malta, Eslováquia e Eslovénia, em um nível, e mantemos os níveis da Bélgica, Estónia, Finlândia, Alemanha, Irlanda, Luxemburgo e Holanda», refere um comunicado da agência. Entre os países afectados pela decisão da S&P contam-se dois que tinham nota máxima, França e Áustria, que baixam um nível de AAA para AA+. No caso de Portugal, a descida foi de dois níveis, de BBB- para BB, um nível já considerado "lixo". [Fonte]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 23:59






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...