Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Afeganistão, Espanha e terrorismo

Quinta-feira, 26.08.10

[Palma de Maiorca] O terrorismo sem rosto voltou a escolher Espanha. Um atentado suicida vitima 3 instrutores militares espanhóis que treinavam o embrião do exército do Afeganistão, elevando para 92 o número de vítimas espanholas naquele conflito. A reacção mais imediata e intuitiva, das opiniões pública e publicada, vai no sentido de fazer cessar a missão, tal o custo humano que a mesma já leva. Quem tem o encargo da governança, porém, tem de estar e ver para além dessa reacção imediata – pese embora a não possa ignorar por completo. Mas tem o dever de ver e de estar para além dela. E, sobretudo, de demonstrar que o terrorismo é incompatível com a sociedade dos nossos dias e deve ser objecto de guerra e combate sem trégua nem quartel. Sem tergiversação nem complacência. Por muito que isso possa custar em termos de simpatia, popularidade ou, mesmo, votos. Mas há valores e princí­pios que não se referendam nem se plebiscitam. Porque esta é a «nossa» guerra, a guerra em que estamos todos do mesmo lado contra quem atenta contra nós e contra a nossa civilização e os nossos valores, É isso que se espera dos governos ocidentais, nos dias que passam. De todos eles – incluindo o de Madrid.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 03:38






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...