Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Hungria: Partido de extrema-direita quer referendo sobre presença na UE

Sábado, 14.01.12
"O partido de extrema-direita húngaro Jobbik defendeu, este sábado, que o país deve realizar um referendo sobre a presença na União Europeia, refere a agência AP. Gabor Vona, líder do partido, afirmou que a Hungria «tem que sair desta União», terminando o encontro com os membros queimando uma bandeira da União Europeia em palco. A União Europeia está a pressionar a Hungria com uma acção judicial por causa de uma série de novas leis - aprovada por maioria de dois terços do partido do primeiro-ministro Viktor Orban, Fidesz - visando ameaçar a independência do banco central do país, do seu sistema judicial e da protecção de dados nacionais. Gabor Vona disse, perante uma multidão de cerca de 3000 apoiantes, que o seu partido não concordava com as leis de Viktor Orban, Fidesz, e que a posição da União Europeia equivale a uma «declaração de guerra» contra a Hungria". [Fonte]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 20:00






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...