Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Da crise europeia

Terça-feira, 01.05.12

A Europa, sobretudo a da União, tem andado entretida com a crise das dívidas soberanas dos seus Estados-Membros. É bom que o faça e que se ocupe desse flagelo que, afectando toda a zona euro pode ser devastadora para um sem-número de Estados europeus. Mas convirá não perder de vista que a crise das dívidas soberanas é apenas consequência ou reflexo de uma outra crise, bem mais importante e significativa, que se encontra a montante. A verdadeira crise da Europa reside i) na sua (fraca) competitividade, ii) no seu (pequeno) crescimento económico e, como consequência, iii) no seu (imenso) desemprego. [De nenhum destes elementos, curiosamente, cuida o "Tratado sobre a estabilidade, a governação e a coordenação na união económica e monetária", também dito "pacto orçamental", que se encontra em fase de aprovação e ratificação por 25 dos 27 Estados-Membros da União Europeia; porém, foi fruto da sua conjugação que a economia europeia definhou - e que, para manter o seu modelo social, os Estados europeus tiveram de se endividar para garantir direitos e regalias para os quais a economia europeia não gerava nem libertava recursos suficientes. E aqui reside o essencial da causa das dívidas públicas, das dívidas soberanas dos Estados europeus]. Em síntese: a União Europeia não se soube adaptar ao mundo da globalização, não se protegeu, não se defendeu, franqueou as suas portas e abriu-se irresponsavelmente a novos espaços, com os quais nunca poderia competir em situações de igualdade, muito menos de vantagem. Essa é a essência última da crise europeia que atravessamos. Tudo o mais são desenvolvimentos ou manifestações desta realidade. E o desafio que a Europa tem pela frente é reorganizar-se, reestruturar-se, no respeito pelos seus valores fundamentais, que a inspiraram e que inspiraram os seus pais fundadores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 00:53






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...