Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O referendo sugerido pela chanceler

Sexta-feira, 18.05.12

A Europa continua de pernas para o ar e a dar muitas voltas! Desta feita é a Sra Merkel a sugerir que os gregos realizem um referendo sobre questões europeias em simultâneo com as próximas eleições legislativas! E recordando que foi por fazer uma proposta semelhante que o Sr Papandreous foi varrido da política grega, há tão-só meio ano, permitindo o aparecimento do governo tecnocrático do Sr Papademus. Não bastasse a incongruência e a contradição evidente, esta não é a forma correcta nem eficaz de apresentar este tipo de propostas. É para elas que existe a confidencialidade dos corredores diplomáticos, em lugar da publicidade mediática. Mas é também mais um evidente desrespeito pelas autoridades legítimas de Atenas que, pese a crise, continua a ser um Estado independente credor do respeito da comunidade internacional. Algumas considerações sobre esta iniciativa podem ser escutadas aqui, no comentário que foi pedido pela TSF - onde se expressou a convicção que tal iniciativa em vez de ajudar a resolver a crise política grega podia ser mais um factor de perturbação da mesma.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 21:29






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...