Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



França e Luxemburgo insistem que é preciso debater a criação de euro-obrigações

Quarta-feira, 30.05.12

«O presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, e o ministro francês das Finanças, Pierre Moscovici, defenderam nesta quarta-feira a necessidade de a zona euro discutir a criação de obrigações europeias, um dossier que o Presidente francês, François Hollande, prometeu recolocar no debate europeu. Jean-Claude Juncker, primeiro-ministro luxemburguês e líder do Eurogrupo enquanto responsável pelas Finanças do seu país, recebeu Pierre Moscovici na sede do Governo do Governo luxemburguês. Pierre Moscovici reiterou a posição do Governo francês para que a zona euro crie um mecanismo de emissão de obrigações europeias (títulos de dívida). A proposta, que considerou importante e estrutural, “está sempre em cima da mesa”. Na conferência de imprensa que se seguiu à reunião, o ministro francês das Finanças reconheceu, numa referência à oposição alemã à mutualização da dívida dos países da moeda única, que existem pontos de vista que “não são idênticos” na Europa. Juncker lembrou, por seu lado, que propôs em 2010 a criação de obrigações europeias. Mas, nessa altura, sublinhou, o debate foi relativizado na Europa. Agora, a questão deve ser objecto de debate, insistiu. Em Novembro, a Comissão Europeia apresentou um estudo sobre três modelos possíveis de euro-obrigações, possibilidade que foi nessa altura criticada por responsáveis alemães. O reforço da integração da zona euro através de uma “união bancária”, a que apelou hoje o executivo comunitário, foi também abordada no final da reunião de Juncker e Moscovici. A propósito das recomendações económicas que Bruxelas emitiu nesta quarta-feira, observando que França poderá precisar de um esforço adicional para cumprir o objectivo do défice em 2013, o ministro francês das Finanças garantiu que a segunda maior economia do euro “respeitará os seus compromissos em termos de finanças públicas”. França vai cumprir a meta do défice de 4,5% este ano e de 3% no próximo, assegurou Moscovici.» [Fonte]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 21:44






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...