Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



The New Labour is dead

Sábado, 25.09.10

Contra muitas expectativas o Partido Trabalhista britânico escolheu, hoje, Ed Miliband como seu novo líder. O antigo Secretário de Estado da Energia e ex-assessor de Gordon Brown, representante da ala esquerda do partido, derrotou o seu irmão, David Miliband, anterior Ministro dos Negócios Estrangeiros, representante da ala direita do partido e tido como delfim de Tony Blair. A vitória de Ed Miliband recolocará o Labour de novo na órbita dos sindicatos, tradicionalmente próximos do Partido Trabalhista, abrirá portas para novas propostas políticas baseadas no aumento da carga fiscal – e assinalará a morte do New Labour que garantiu mais de uma década de poder a Tony Blair e a Gordon Brown e o triunfo inédito em três eleições gerais sucessivas por parte dos trabalhistas. O sistema partidário britânico reequilibrar-se-á e permitirá, seguramente, tanto a conservadores como a liberais-democratas (coligados no governo de Londres) disputarem o centro do espectro político britânico, local onde tradicionalmente se decidem os actos eleitorais. Lá como cá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 01:47






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...