Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O apelo do FMI e a austeridade que vem da Alemanha

Segunda-feira, 07.06.10

O FMI instou (e muito bem!) a UE a completar a União Económica e Monetária. A TSF teve a gentileza de pedir o meu comentário que pode ser escutado aqui. Em síntese, a União Europeia soube criar uma moeda única mas deixou a obra a meio, não criando mecanismos de defesa dessa moeda única no domínio das políticas económica, financeira, monetária e orçamental. Resultado dessa omissão - o euro, enquanto moeda única europeia, é hoje defendido de forma individual pelas administrações dos diferentes Estados que a ele aderiram e não de uma forma conjugada e concertada. Ainda hoje o governo alemão anunciou novas medidas de austeridade que consistem em cortes orçamentais de 80MM€ até 2014. São, objectivamente, más notícias para a Europa; se a Europa, especialmente a Europa do sul, estava à espera do impulso económico dado pela Alemanha para sair da crise, as medidas de austeridade anunciadas por Angela Merkel comprometem significativamente essa expectativa. Não são só os alemães que vão sofrer com a imposição destas medidas de austeridade. É no sentido de acabar com esse estado de coisas que vai o apelo do FMI. Foi essa a mensagem que me pareceu importante deixar expressa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 12:53






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...