Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Semestre europeu

Quarta-feira, 12.01.11

Inicia-se, hoje, formalmente, o chamado «semestre europeu» - nome pomposo escolhido para, sob novas vestes, ilustrar uma realidade já prevista nos Tratados europeus que consiste num ciclo de coordenação das políticas macroeconómicas dos Estados-Membros no quadro do Pacto de Estabilidade e Crescimento e da Estratégia Europa 2020. Essa coordenação prévia, erradamente designada aqui e ali de «visto prévio» dos orçamentos nacionais, terá de se repercutir nestes mesmos orçamentos e nas opções de política macroeconómica que os mesmos vierem a reflectir. Em época de crise sustentada da moeda única europeia, pode ser um período importante rumo ao estabelecimento dos necessários mecanismos de governação económica e monetária de que a Europa da União carece para defender e fortalecer a sua moeda única. Num primeiro momento, a Comissão Europeia adoptará o Relatório do Crescimento Anual onde irá avaliar a situação económica dos 27 e fazer recomendações aos Estados-membros. É o ponto de partida para um período que se deseja novo e capaz de responder aos desafios da governação monetária, financeira e económica desta União em crise de unidade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 14:41






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...