Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O método comunitário

Segunda-feira, 10.10.11

As cimeiras de líderes da União Europeia (UE) e da zona euro que estavam previstas para 17 e 18 de Outubro para definir uma resposta global para a crise do euro foram adiadas para 23 de Outubro, confirmou Herman Van Rompuy, presidente do Conselho Europeu. Este é o exemplo acabado do método comunitário na sua mais notável perfeição. Em vez de decidir, adiar! Em vez de reunir a 17 e 18, conforme previsto, adiar para 23 de Outubro. Estes senhores que nos dirigem lá devem achar que os problemas da Europa não são suficientemente graves. Podem esperar. Podem aguardar. Nem com o fogo à porta de casa chamam os bombeiros. É contra esta Europa dos adiamentos, do faz-de-conta-que decide-mas-não-decide, dos interesses mesquinhos e individuais das suas partes em detrimento do interesse comum do todo europeu, que começa a ser um imperativo de cidadania, e de cidadania europeia, lutar. Lutar por instituições que efectivamente decidam e exerçam os seus poderes, lutar por uma maior integração acompanhada de métodos supranacionais e democráticos de decisão, reconhecer que o modelo intergovernamental fracassou..... Mas não é com esta gente que lá vamos ou lá chegamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 23:53






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...