Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Presidente do Eurogrupo critica reuniões franco-alemãs sobre governo económico da UE

Quarta-feira, 12.10.11

"O presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, criticou a recente multiplicação de encontros bilaterais entre a França e a Alemanha para falar do governo económico da Zona Euro, sublinhando que os dois países não decidem pela União Europeia. "Aquilo que é decidido pela França e pela Alemanha não se torna automaticamente uma decisão da União Europeia", afirmou Juncker numa entrevista hoje publicada pelo jornal alemão Handelsblatt. "Nos últimos 12 meses, cerca de 70 por cento das propostas franco-alemãs não levaram a qualquer decisão", sublinhou. As declarações do presidente do Eurogrupo foram feitas após um encontro no domingo entre o Presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã, Ângela Merkel, no qual os dois dirigentes acordaram em apresentar algumas iniciativas nas próximas semanas, entre as quais sobre a recapitalização dos bancos. O governo económico da Zona Euro, tal como os países membros da União Económica e Monetária se comprometeram a implementar, "não deve ter um comando franco-alemão", defendeu Juncker." [Fonte]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 19:33






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...