Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O primeiro discurso sobre o «estado da União»

Terça-feira, 07.09.10

Valeu mais pelo circunstancialismo associado à inovação do que pelo conteúdo intrínseco, o primeiro discurso sobre o «estado da União» pronunciado pelo Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, ante o Parlamento Europeu. Goraram-se as expectativas, porém, dos que esperavam novidades de monta no discurso de Barroso, porque o Presidente da Comissão não foi além do já enunciado em outros momentos mais solenes deste seu segundo consulado e nomeadamente na comunicação de abertura do mesmo feita ante o mesmo Parlamento Europeu – enfatizando a grave crise económica que afecta a UE e, sobretudo, os dramas associados ao aumento do desemprego. Já que o momento se inspira naquele que anualmente leva os Presidentes dos EUA a expor perante o Congresso norte-americano as prioridades de cada administração para o ano que se inicia, poderia também o Presidente da Comissão ter optado por enunciar os grandes objectivos da sua administração no ano político que está a começar, nomeadamente os esforços de aprofundamento do projecto europeu que se dispõe liderar – preferiu, antes, seguir caminho mais prudente e menos arriscado, limitando-se ao óbvio e não cedendo à ousadia. Vencido o circunstancialismo associado à novidade, fica sempre a esperança que no discurso do próximo ano a ambição consiga marcar pontos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 01:38