Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Berlusconi afirma que ninguém na UE pode falar em nome dos países-membros

Segunda-feira, 24.10.11

"O primeiro-ministro italiano afirmou, esta segunda-feira, que ninguém na União Europeia pode falar em nome dos países-membros, nem em nome de governo eleitos e dos povos dos países europeus. Num comunicado emitido em Roma, o chefe do governo italiano pediu a confiança da UE na terceira economia europeia e garantiu que deixará claras as suas «posições firmes» sobre a crise financeira na Zona Euro durante a próxima cimeira de líderes europeus na quarta-feira. As afirmações de Silvio Berlusconi surgem depois de no domingo, os líderes europeus terem exigido a Itália novas medidas de ajustamento orçamental e a rápida aplicação das que já foram aprovadas. «Estamos a dar pequenos passos em frente na direcção de um 'governo' da Zona Euro, mas ainda há muito por fazer. A Alemanha de Angela Merkel está consciente disto e o trabalho em curso terá a nossa colaboração», disse Berlusconi no comunicado. Para Berlusconi «ninguém na União (Europeia) pode autoproclamar-se comissário e falar em nome dos governo eleitos e dos povos europeus. Ninguém está em posição de dar lições aos seus parceiros»". [Fonte]

 

Até a direita europeia pouco recomendável e pouco frequentável vem denunciar o directório europeu não mandatado nem legitimado....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 23:20