Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


The New Labour is dead

Sábado, 25.09.10

Contra muitas expectativas o Partido Trabalhista britânico escolheu, hoje, Ed Miliband como seu novo líder. O antigo Secretário de Estado da Energia e ex-assessor de Gordon Brown, representante da ala esquerda do partido, derrotou o seu irmão, David Miliband, anterior Ministro dos Negócios Estrangeiros, representante da ala direita do partido e tido como delfim de Tony Blair. A vitória de Ed Miliband recolocará o Labour de novo na órbita dos sindicatos, tradicionalmente próximos do Partido Trabalhista, abrirá portas para novas propostas políticas baseadas no aumento da carga fiscal – e assinalará a morte do New Labour que garantiu mais de uma década de poder a Tony Blair e a Gordon Brown e o triunfo inédito em três eleições gerais sucessivas por parte dos trabalhistas. O sistema partidário britânico reequilibrar-se-á e permitirá, seguramente, tanto a conservadores como a liberais-democratas (coligados no governo de Londres) disputarem o centro do espectro político britânico, local onde tradicionalmente se decidem os actos eleitorais. Lá como cá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 01:47

No rescaldo das eleições britânicas

Segunda-feira, 10.05.10

No rescaldo dos resultados eleitorais, enquanto Brown oscila entre demitir-se ou não se demitir, negociar ou não negociar, constata-se que há momentos em que mesmo a mais velha democracia do mundo se vê enredada numa encruzilhada donde parece difícil sair. E nesses momentos, como o actual, a falta de uma Constituição formal, escrita, na boa tradição liberal e continental, em vez de ajudar a resolver os problemas, desajuda e cria um problema acrescido. A common law e a jurisprudência nem sempre têm resposta para todos os enigmas que a democracia é pródiga em criar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 19:05

Fundo de emergência para a estabilização do euro e eleições na Renânia do Norte-Vestefália

Domingo, 09.05.10
  1. Os Ministros das Finanças da UE concretizam acordo a que chegaram na sexta-feira os chefes de Estado e governo da zona euro e anunciam a criação de um fundo europeu de emergência para a estabilização do euro no montante de 750MM€. A responsabilidade pela capitalização deste fundo cabe em ‎440 MM€ aos Estados Membros da UE, em 60 MM€ à Comissão europeia e em 250 MM€ ao FMI. O Reino Unido já anunciou que não contribuirá para o fundo. Brown, derrotado nas urnas mas agarrado ao poder, parece ter esquecido que em 1992 a própria libra foi alvo dos ataques dos especuladores...
  2. A coligação que governa a Alemanha, composta pelos democratas cristãos da CDU, liderados pela chanceler Angela Merkel, e pelo Partido Liberal (FDP) perdeu as eleições locais na Renânia do Norte-Vestefália. Trata-se de uma derrota penalizadora e com consequências que vão muito para além do âmbito estadual da Renânia do Norte-Vestefália. Perdendo o governo da região, Merkel perde a maioria de que dispunha no Bundesrat, a Câmara Alta do Parlamento federal. Um golpe duro para a chefe do governo de Berlim, a mesma que, recorde-se, tem condicionado a agenda política europeia aos seus interesses nacionais com o mesmo despudor com que traiu e abandonou à sua sorte o ex-chanceler Helmut Kohl, artífice da reunificação alemã e mentor de uma «Alemanha europeia» em detrimento de uma Europa germanizada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Joao Pedro Dias às 19:27






links

ORGANIZAÇÕES EUROPEIAS

COMUNICAÇÃO SOCIAL



comentários recentes

  • Jorge Greno

    Mas então o Português deixou de ser língua oficial...

  • Pedro Neves

    Bom dia,O Casa Europa está novamente em destaque n...

  • Henrique Salles da Fonseca

    BRAVO!!!Todos os políticos no activo praticaram o ...

  • O mais peor

    Até que enfim o sapo destaca um blogue de valor qu...

  • De Puta Madre

    Eu Gostaria que o Espaço Europeu não Tivesse nos S...

  • Dylan

    Se no caso egípcio, algumas pessoas acharam por be...

  • Carlos Medeiros

    Gostei do post. Estou totalmente de acordo. E cons...

  • silveira

    Não é isso que diz a notícia!... De qualquer forma...

  • silveira

    Se eu fosse juíz sentiria vergonha por esta rejeiç...

  • silveira

    É claro como água!... Para voltarmos a ter justiça...